17/04/17 11:29

Campanha alerta caminhoneiros para riscos da sonolência ao volante

Motoristas receberão orientações sobre tempo correto de descanso

Um levantamento feito pelo grupo Arteris revelou que caminhoneiros que rodam pelas estradas brasileiras enfrentam problemas de saúde. Além disso, 10% dos motoristas dirigem com sono, aumentando o risco de acidentes no trânsito, e 8% admitem o uso de anfetaminas. A pesquisa foi realizada com quase 5 mil caminhoneiros entre agosto de 2015 e agosto de 2016.

Com o objetivo de reduzir o índice de colisões traseiras e conscientizar os motoristas sobre os riscos da sonolência ao volante, a Intervias realiza uma ação educativa nesta terça (18) e quarta-feira (19) na rodovia Anhanguera, em Santa Cruz da Conceição. A campanha “Acorda Motorista” é promovida pela concessionária e conta com o apoio do Policiamento Rodoviário.

Os caminhoneiros serão abordados no posto de combustíveis localizado no km 200,7, sentido interior da SP 330, entre 21 e 1 hora da manhã, período em que se observa maior sonolência ao volante e também maior índice de colisões traseiras envolvendo caminhões e carretas. Uma equipe da concessionária dará diversas orientações aos motoristas, como o tempo correto de descanso e a importância de evitar o uso de medicamentos e substâncias para combater a sonolência.

Além das orientações, a equipe de atendimento pré-hospitalar da Intervias fará uma breve avaliação de saúde com a aferição da pressão arterial e do IMC (índice de massa corpórea), fatores de saúde que contribuem para o aumento do risco de acidentes. Também será realizada uma ação de inspeção veicular nos caminhões, com instalação de adesivos refletivos e troca de lâmpadas queimadas de faróis e lanternas. A concessionária distribuirá pipoca e promoverá atividades de entretenimento.

Sono ao volante e acidentes

Do total de acidentes registrados pela Intervias no ano passado, 211 foram colisões traseiras, sendo que 41% dos casos envolveram caminhões e carretas. Além de ser a principal causa de acidentes na região, a colisão traseira também é responsável pelo maior número de mortes: foram 15 em 2016, ou seja, 32% do total. Com os esforços implementados pela concessionária, já foi possível perceber uma redução no número deste tipo de acidente: comprando 2016 com o ano anterior houve queda de 9%.

Segundo dados da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET), o sono e a fadiga são responsáveis por 60% dos acidentes no Brasil, sendo que a sonolência ao volante já é a segunda maior causa de acidentes nas rodovias brasileiras. De acordo com a Fundação Nacional do Sono, a insônia aumenta em 250% o risco de acidentes de trânsito nas estradas. Se o motorista sofrer com a apneia do sono, os dados pioram: o risco é elevado para 700%.

Dados da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) apontam que após 19 horas de privação de sono, existe a diminuição de desempenho igual à observada em indivíduos com teor alcoólico no sangue de 0,70 g/l, ou seja, o sono causa a sensação de embriaguez equivalente a seis copos de cerveja ou três de vinho para um homem de 90 kg.

Serviço:

Campanha Acorda Motorista

Quando: dias 18 e 19 de abril, das 21h às 01h

Onde: SP 330 – rodovia Anhanguera, km 200,7, pista sentido capital – Posto de Combustíveis Pica-Pau I – Santa Cruz da Conceição/SP